Fique a vontade para entrar em contato. Estou aqui para ajudar. 12 98142.9482 | talkto@brklyn.com.br
Follow me
Search
TOP
Da importância da ilustração no processo criativo – brklyn
14070
post-template-default,single,single-post,postid-14070,single-format-standard,eltd-core-1.1,awake-ver-1.0,eltd-smooth-scroll,eltd-smooth-page-transitions,eltd-mimic-ajax,eltd-grid-1200,eltd-blog-installed,eltd-default-style,eltd-fade-push-text-top,eltd-header-standard,eltd-sticky-header-on-scroll-up,eltd-default-mobile-header,eltd-sticky-up-mobile-header,eltd-menu-item-first-level-bg-color,eltd-dropdown-slide-from-left,eltd-,eltd-fullscreen-search eltd-search-fade,eltd-side-menu-slide-from-right,wpb-js-composer js-comp-ver-5.0.1,vc_responsive

Da importância da ilustração no processo criativo

brklyn / Por Lincoln Souza  / Da importância da ilustração no processo criativo

Da importância da ilustração no processo criativo

Você já se perguntou como muitos designers tem ideias incríveis par conceitos de marca, embalagens, aplicativos, etc?
Então, eu também. Assim como muitas pessoas que trabalham com criatividade, uma vez ou outra sou refém da famigerada tela em branco, tanto que quando iniciei minha vida de criativo esse era o maior desafio que encontrava na hora de produzir algo novo.

Passava horas pesquisando, vendo cases, encontrando artistas novos, folheando toneladas de livros e examinando diversos blogs de inspiração por aí, e percebi que só aumentava meu tempo de produção, o que implicava na qualidade que meu trabalho final, já que teria pouco tempo para produzir algo.

Durante todo esse processo desgastante, um sinal luminoso ficava piscando em minha mente: Se eu não sei como começar bem um projeto, deve ter alguém que saiba nesse mundo. Foi aí que comecei a pesquisar o processo criativo de muitos profissionais de diversas áreas da criação, e percebi que isso era muito pessoal, ninguém sabia definir muito bem e os que definiam seu processo de inspiração com detalhes você via que era algo simples e comum que você aprende em qualquer curso de criação.
Aí caiu minha ficha: Você precisa olhar pra dentro e buscar as respostas do porque você esta criando esse projeto. Automaticamente comecei a rabiscar minhas ideias em um papel, e lembrei do que me motivou a trabalhar com criação e design.

Eu sempre desenhei, desde de pequeno meu passatempo era ficar em casa rabiscando mundos que só existiam em minha cabeça. No colégio desenhava em todos os cadernos de amigos e, quando fui escolher uma faculdade, logo pensei em cursar artes. Mudei de curso pois queria fazer algo mais comercial com meu talento artístico, então resolvi cursar propaganda para me tornar um diretor de arte.

Estava ai minha resposta, eu me encontrava no mundo das ideias desenhando. A partir dai não larguei mais o sketchbook, sempre esta comigo agora. No meu tempo livre normalmente eu estou desenhando algo, ou em um projeto de ilustração ou simplesmente consumindo ilustração. Percebi que as ideias saem muito melhor quando você se dedica á alguma atividade criativa nas horas vagas.

Depois disso consegui notar que muitos criativos fazem atividades para manter a criatividade e sempre passo essa dica para todos, encontre o que mantém sua criatividade em dia. Alguns lêem, outros tocam algum instrumento, outros até praticam esportes ou yoga.
No meu caso, eu ilustro.

Ilustrando em consigo me manter em uma atividade que abre um grande leque de ideias e conceitos novos, muitas delas eu guardo e utilizo como respostas de possíveis problemas de um briefing ou projeto.

Sobre Lincoln Souza
Publicitário por formação, artista por paixão. Não fica satisfeito enquanto não conseguir mudar o mundo ao seu redor através da arte e da criatividade.

No Comments

Leave a Reply